Por PR7GA

Um filme cubano estrelado por Tomás Cao, Héctor Noas e Ron Perlman - o único ator americano na produção - Sergio & Sergei conta a história da amizade incomum formada entre um professor de filosofia cubano e um cosmonauta russo que se encontra preso no espaço após o colapso da União Soviética. E entre eles, uma paixão: o radioamadorismo.

É baseado em uma história real que aconteceu em 1991. Naquela época, um cosmonauta russo foi enviado para a Estação Espacial MIR por um período de apenas três meses. Porém, ele já se encontra no seu quinto ou sexto mês no espaço e não a mínima ideia do que está acontecendo. Como este cosmonauta também é radioamador, um dia ele consegue se comunicar com um outro radioamador que também é professor de filosofia em Cuba. Ambos os personagens, então, se encontram em grande dificuldade de sobrevivência, pois a queda da URSS afetou profundamente a ambos. 

O cubano se esforça para manter sua família em meio à mais profunda crise que Cuba enfrentou até então, pois seu país perdeu seu mantenedor. Já o russo enfrenta o desafio de que o país que o enviou ao espaço está desintegrado, e a nova federação - a Federação Russa - está sem dinheiro para trazê-lo de volta. Os dois tornam-se amigos e trocam experiências em meio às suas dificuldades. Então, vendo a situação do colega russo, o cubano entra em contato com um outro radioamador americano que também é jornalista. E assim os dois improváveis companheiros se juntam para tentar trazer de volta o cosmonauta russo, mas através da NASA.

Como dissemos, o filme é baseado numa história real. Porém, o radioamador cubano não era um professor de filosofia, mas era na realidade um engenheiro de telecomunicações formado na URSS chamado Sergio González Blanco, CO2VV. Conhecido no rádio como Sergito, ele operou através dos primeiros satélites de radioamador lançados e era bastante ativo no Oscar 10 e Oscar 13. 

Era fluente em russo, o que certamente facilitou sua comunicação com os cosmonautas russos Musa Manarov e Serguéi Krikalev durante as missões que ambos participaram na Estação Espacial MIR. Ele foi o primeiro cubano se comunicar com a MIR, além de ser o pioneiro na operação de satélites de radioamador em seu país. Além disso, ele foi o primeiro a instalar uma repetidora de VHF em Cuba, o primeiro a utilizar modos digitais e o primeiro a instalar um sistema BBS via rádio pacote no país caribenho. Sem dúvida, um dos mais frutíferos radioamadores de Cuba.

O filme foi dirigido pelo cubano Ernesto Daranas e foi lançado em vários países em 2017. Infelizmente não temos notícia se ele será lançado no Brasil.




Recorde de jornal da época em que Sergio conseguiu contato com a MIR

 





 Cartões QSL comprovando o contato de Sergio com os cosmonautas Musa  e Sergei da MIR




Cartaz do filme

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem